Jurisprudência trabalhista

TRT4. LIDE SIMULADA.

A prova oral revela que o autor não era empregado da reclamada, mas sim sócio de fato, participando da administração desta, que formalmente era de propriedade de sua filha. Resta demonstrada a existência de conluio entre as partes, com o objetivo de fraudar direito de terceiros, inclusive dos empregados da reclamada, a qual está em dificuldades financeiras. Recurso do reclamante desprovido. (9ª Turma. Relator o Exmo. Juiz André Reverbel Fernandes – Convocado. Processo n. 0000500- 42.2010.5.04.0305 RO. Publicação em 08-03-2013)

Não é cadastrado no JusDocs?

Acesse milhares petições jurídicas utilizadas na prática!

últimos artigos adicionados